Missão de cooperação na Costa do Marfim, em dezembro de 2018

Uma delegação da Agência Palestina de Cooperação Internacional visitará a Nicarágua nos próximos dias para prestar assistência técnica em agricultura e saúde, informou na última terça-feira (12) uma fonte do governo nicaraguense.

A cooperação palestina vai apoiar técnicos nicaraguenses na construção de estufas, bem como no cultivo de tomates e batatas e no uso e manejo de sistemas de irrigação, disse a vice-presidente da Nicarágua, Rosario Murillo, através da mídia do governo.

Murillo acrescentou que a delegação de palestinos vai ensinar novas técnicas de inseminação artificial de gado, estatísticas agrícolas e sistemas de produção de alimentos para aves e bovinos.

“Vamos trabalhar com eles, temos que unir os esforços pelo bem e pelo bem comum e, como sabemos, a segurança alimentar é básica para a segurança em geral e para a paz”, disse a também primeira-dama, que não mencionou a data da visita.

A Nicarágua já havia anunciado que a Palestina cooperaria em questões agrícolas com especialistas do Instituto Nicaraguense de Tecnologia Agrícola (INTA), em dezembro passado.

No mesmo mês, o diretor da Agência Palestina de Cooperação Internacional, Imad Zuhairi, durante uma visita à Nicarágua, mostrou interesse em “apoiar nas áreas de capacitação das equipes de saúde, de forma online e presencial”, divulgou à época o Ministério de Saúde nicaraguense.

Zuhairi também falou de uma possível cooperação em educação, saúde, tecnologia, agricultura e energia renovável.

No início de janeiro, o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, expressou ao governo da Nicarágua seu interesse em promover a cooperação conjunta entre as duas nações.

A Palestina costuma estar presente no Festival Gastronômico Internacional, que é realizado anualmente pelo governo da Nicarágua.

A Nicarágua é um país que sempre foi abertamente a favor das liberdades do Estado Palestino, com as quais mantém boas relações diplomáticas.

Fonte: eldiario.es