Título de cidadã mogiana foi entregue a Faysa Daoud ontem (13) à noite, em cerimônia realizada na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes (Foto: Diego Barbieri)

A imigrante palestina Faysa Daoud se tornou oficialmente cidadã da cidade que adotou no Brasil há 38 anos: Mogi das Cruzes, a 55 km da capital paulista. Ela recebeu o título ontem à noite (13), em sessão solene realizada no plenário da Câmara de Vereadores do município.

“Acima de tudo, esse é um reconhecimento da minha cidadania brasileira, de um país que me acolheu com muito carinho e para o qual eu estou sempre procurando contribuir”, explica.

Faysa é presidente da ONG Refúgio Brasil, onde, há mais de dez anos, presta assistência a dezenas de famílias de refugiados de diversas nacionalidades, como palestinos, sírios, iraquianos, venezuelanos e haitianos. Em 2017, o G1 contou um pouco da sua história.

Secretária de Assuntos para Refugiados da FEPAL, Faysa Daoud é fundadora e presidente da ONG Refúgio Brasil (Foto: Diego Barbieri)

Eleita secretária de Assuntos para Refugiados da FEPAL no último Congresso, Faysa agradece o apoio que tem recebido para a realização de seu projeto. “A população brasileira é maravilhosa e é um exemplo de tolerância para muitos povos. As pessoas são abertas e dispostas a ajudar o outro, e isso é algo que não podemos perder”, afirma.

O embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Alzeben, acompanhou a cerimônia, que contou também com uma apresentação de dabka de um grupo de refugiados palestinos assistidos pela ONG de Faysa.

“Essas pessoas não vêm para cá para fazer o mal, pelo contrário, elas querem trabalhar, contribuir para a sociedade e construir para suas famílias um futuro melhor”, Faysa Daoud

“A mensagem que eu gostaria de passar é a de compaixão e de respeito, não só no Brasil, mas em todos os países do mundo que recebem imigrantes e refugiados. Essas pessoas não vêm para cá para fazer o mal, pelo contrário, elas querem trabalhar, contribuir para a sociedade e construir para suas famílias um futuro melhor”, conclui.

A entrega do título de cidadã mogiana a Faysa Daoud foi proposta pelo vereador Emerson Rong.

 

Cerimônia contou com apresentação de dabka de um grupo de palestinos assistidos pela ONG (Foto: Diego Barbieri)

Refugiados palestinos dançaram a dabka durante sessão solene na Câmara de Mogi das Cruzes (Foto: Diego Barbieri)

Embaixador da Palestina no Brasil, Ibrahim Alzeben, acompanhou a cerimônia (Foto: Diego Barbieri)